24 de dez de 2013

Brincadeiras


Fingir não ser o que é
Divertido mas sempre chega a hora de nos reencontrarmos
E o reencontro é sempre violento
É vida versus vida
Vida querendo ser vivida
Completamente dominante
Feito luz balão que sobe e teima em tomar o lugar do sol
Iluminando a tudo e a todos
Possessiva
Entro em meu quarto e ela me acerta e transpassa feito raio de sol
Etéreo é o meu corpo e a minha alma
Etérea também é a minha vida e a minha existência
Sem sentido talvez...
Sendo sempre vida preenchendo vida de sentido
Há muitas vidas em uma só
Muitas vividas, outras que jamais desabrocham ou amadurecem
Sempre latentes, sedentas por plenitude
Viver é preencher de significado, fazer escolhas
Viver é viver e viver também é
Matar e morrer.

Nenhum comentário: